Home   >   notícias   >     >   BMR Medical expõe pela primeira vez para investidores europeus

BMR Medical expõe pela primeira vez para investidores europeus

Postado em: 16 de outubro, 2013

 Indústria paranaense levará a feira na Alemanha os consagrados infusores quimioterápicos Paragon e a possibilidade de parceria para produção no Brasil

A possibilidade de fabricação de produtos médico-hospitalares no Brasil será uma das oportunidades que a BMR Medical, indústria paranaense, pretende apresentar para toda a Europa durante a Feira Medica, que ocorre de 20 a 23 de novembro, em Dusseldorf, na Alemanha. O stand da BMR Medical estará vinculado ao das agências Apex Brasil e Abimo.

Outra opção de negócio disponibilizada pela BMR Medical à Europa é a exportação dos consagrados Sistemas de Infusão Ambulatorial Paragon, tendência para a administração da quimioterapia, assim como administração de medicações parenterais. Com o aparelho, as aplicações podem variar de 30 minutos a dez dias, tanto em ambulatório quanto em domícilio. Atualmente a BMR Medical comercializa a linha Paragon para Espanha e Itália.
A tecnologia dos infusores da BMR Medical – o Sistema Paragon -, adquirida da I-Flow Corporation (Califórnia, EUA), empresa do grupo Kimberly Clark, em 2011, foi a primeira disponível no mundo. Segundo o CEO da empresa, Rafael Martinelli de Oliveira, a linha de fabricação Paragon recebeu investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento para reforçar a estratégia da empresa, de oferecer soluções tecnógicas para oncologia e infusões ambulatoriais.
“A tecnologia do Paragon representa maior qualidade de vida ao paciente, que não precisa mais de internação hospitalar para receber medicamentos como quimioterápicos, analgésicos e antibióticos”, exemplifica Rafael Martinelli.

A fábrica atuará com as maiores certificações internacionais e nacionais, como o FDA norte-americano, Comunidade Europeia e Anvisa. A fábrica tem 6 mil metros quadrados de área construída, de um total de 37 mil metros quadrados.

Cerca de 40% da unidade fabril será reservada a terceiros que desejam produzir no Brasil, seguindo o padrão das grandes plantas industriais europeias e norte-americanas.
“O Brasil tem muita carência de tecnologia e de produtos nacionais. Por isso, vamos colaborar com nossos parceiros, dedicando parte da unidade industrial para que eles produzam itens para saúde com alta qualidade e tecnologia”, ressalta.
“O projeto de implantação da fábrica surgiu em 2008, mas só nos últimos dois anos que a empresa, alinhada com a política nacional de desenvolvimento do complexo industrial da saúde, conseguiu colocar o projeto em prática”, explica o CEO da BMR Medical, ao lembrar que no Brasil 95% dos produtos destinados ao tratamento de câncer são importados.

Artigo salvo em: